CBIC PUBLICA DOCUMENTO PARA VIABILIZAR A CONTINUIDADE DE CONTRATOS NA PANDEMIA


Foto: delphinmedia/Pixabay


A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), por meio da sua Comissão de Obras Industriais e Corporativas (Coic), lançou nesta semana o documento “Caminhos para viabilizar a continuidade dos contratos impactados pela pandemia”. A publicação visa melhorar a relação entre as empresas prestadoras de serviços e as contratantes, tendo em vista que, para manter seus projetos em funcionamento desde março de 2020, as empresas do setor tiveram que arcar com custos não previstos de várias naturezas, situação agravada pelo desabastecimento de insumos da construção e pelo aumento generalizado e expressivo em seus custos. Elaborado pelo Comitê de Inteligência Estratégica (CIE) da COIC, o objetivo é ajudar as empresas de obras industriais e corporativas na negociação do reequilíbrio dos contratos, impactados pela pandemia da Covid-19.


O documento foi formatado em cinco capítulos e tem a missão de apoiar as empresas associadas às entidades afiliadas à CBIC. O presidente da COIC/CBIC, Ilso José de Oliveira, destaca que a publicação contextualiza o cenário. “De forma objetiva e organizada, focando tanto os impactos advindos da cadeia de suprimentos de materiais quanto dos novos procedimentos operacionais requeridos, relatando ponto a ponto os efeitos adversos provocados”.


O documento será apresentado virtualmente no próximo dia 17 de agosto, durante o Roadshow: formação de preços e relações contratuais. O evento será realizado das 16h às 18h20 pelas entidades associadas da CBIC no Paraná, mas pode ser acompanhado nacionalmente por todos os interessados.


Importante destacar que o conteúdo da publicação não é exclusivo ao segmento de obras industriais e corporativas, podendo ser acessado por profissionais dos setores de infraestrutura, indústria imobiliária e habitação de interesse social.


Acesse o documento aqui.


Fonte: CBIC

Posts recentes

Ver tudo

DESPESAS ORÇAMENTÁRIAS CAEM ESTE ANO

“À medida que o Brasil avança na vacinação em massa, estamos gradualmente saindo do estado de emergência para o retorno seguro ao trabalho, à normalidade”, afirmou o ministro da Economia, Paulo Guedes