CONFIANÇA DA INDÚSTRIA SEGUE DISSEMINADA EM 30 SETORES PELO TERCEIRO MÊS CONSECUTIVO


Foto: qimono/Pixabay


Na quarta-feira (21), foi divulgado que os 30 setores industriais analisados pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) estão confiantes na economia e na situação de suas empresas. Esse foi o terceiro mês consecutivo em que o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) permaneceu acima dos 50 pontos para todos os setores. A indústria da construção, que engloba construção de edifícios, obra de infraestruturas e serviços especializados para a construção, também permaneceu acima da linha de corte, registrando 57,8 pontos. Em comparação ao mesmo mês em 2020, houve aumento de 11,5 pontos neste segmento. O indicador varia de 0 a 100, sendo 50 pontos a linha de corte entre um cenário positivo e negativo.


De acordo com o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo, o resultado marca um período de confiança disseminada entre todos os setores da indústria. Em março e abril, empresários de determinados setores industriais haviam mostrado falta de confiança, em resposta ao agravamento da pandemia de Covid-19 e à necessidade de novas medidas restritivas às atividades econômicas.


O indicador caiu em 11 setores em julho na comparação com junho. “Contudo, desses 11, em nove deles, a queda foi inferior ou igual a 1,5 ponto. Os setores que registraram queda de confiança mais intensa foram: Produtos de borracha, com queda de 3,5 pontos, e Bebidas, com um recuo de 2,7 pontos. Mesmo assim, o índice nesses setores continua elevado”.


Faça o download da última edição na íntegra


Fonte: Agência CNI de Notícias