Buscar
  • Vizzotto Editora

DRONESHOW 2019 REÚNE LANÇAMENTOS DE MARCAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS E NOVAS TECNOLOGIAS PARA O SET

Atualizado: 7 de Jun de 2019

Primeiro drone híbrido, software para análise de dados e equipamentos para mapeamento de grandes áreas serão algumas das novidades apresentadas no maior evento de Drones e Geolocalização da América Latina, que acontece de 25 a 27 de junho em São Paulo


Drones híbridos e no combate à incêndios


A XMobots lança o primeiro drone híbrido brasileiro, o Nauru 500C, que promete revolucionar a coleta de dados em grandes áreas agrícolas e ambientais, entre outras. Desenvolvido sob demanda para o setor de celulose, que na época da estiagem sofre grandes prejuízos causados por incêndios florestais, o equipamento que pesa 25 quilos possui autonomia de 4 horas de voo, podendo percorrer distâncias num raio máximo de 60 quilômetros e mapear até 16.000 hectares em um único voo.   O Nauru 500C é considerado híbrido por incorporar a tecnologia VTOL (Vertical Take-Off and Landing) em seu sistema de pouso e decolagem, ou seja, decola e pousa na vertical e ao atingir a altura de 80 metros assume as características de voo linear de um VANT de asa fixa. Além disso, vem equipado com um sistema de sensores estabilizados que podem transmitir, em tempo real, vídeo HD nos espectros visível e termal para a tela da estação de controle monitorada pelo operador.

 

Tecnologia e segurança


A Santiago e Cintra Geotecnologias lançará na Feira, o eBee X, um novo VANT de asa fixa da senseFly. O equipamento é completo para mapeamento de áreas, ampla cobertura, reconstruções 3D, alta qualidade de imagens, criação de mapas térmicos e segurança na coleta de dados.  O eBee X vem com novas travas nas asas que garantem maior segurança de voo, graças a tecnologia Endurance Extension e possui autonomia de 1h30min de voo, além da exclusiva câmera S.O.D.A. 3D, permitindo maior precisão e alta tecnologia.  Além disso, a marca também apresenta a linha completa Pix4D, o software de processamento de imagens de drones mais utilizado do mercado e distribuído com exclusividade. Serão apresentados os módulos Pix4DMapper, Pix4DFields e Pix4DBIM.


A Tecnodrone irá expor durante a DroneShow o Spirit AirCraft, uma aeronave 100% nacional com um dos melhores custo-benefício do mercado. Construído sob rigorosos padrões de qualidade, o equipamento apresenta as mais modernas técnicas de construção disponíveis, peças em extrusão 3D, estruturas em fibra de carbono e revestido em chapas de polipropileno alveolar.  Entre os diferenciais estão os dispositivos de segurança para impacto, sistema de eliminação do VORTEX nas asas, Airspeed com sensor Digital sem tubos, Asas Bipartidas para facilitar o transporte acomodado em um case ultra resistente, entre outros. Com ele é possível voar por 50 minutos, podendo ser usado na agricultura, topografia e mineração.


Drones para agronegócios 


A Horus Aeronaves, empresa que desenvolve soluções com tecnologia própria e nacional para mapeamento aéreo com drones, traz para a feira seus modelos já conhecidos de drones e apresentará com exclusividade para os participantes da Droneshow, um novo modelo de drone asa-fixa, mais robusto, com maior autonomia, nova câmera e tecnologia de alta precisão para georreferenciamento. Entre os produtos estão:


Maptor Agro: drone automático com autonomia de até 60 minutos para monitorar as atividades do Agronegócio. Com um sistema simplificado de operação e câmera multiespectral embarcada, este drone é um excelente aliado no mapeamento de precisão, identificando falhas, gerando informações, economizando recursos. Com fabricação 100% nacional, 1 metro de envergadura e em fibra de carbono, sua decolagem é via catapulta e pouso linear.


Verok RTK: drone de alta potência, segurança e precisão. Sua versatilidade é o carro-chefe, pois permite a troca de câmeras e sensores de acordo com a demanda do mapeamento aéreo. As câmeras que podem ser embarcadas são: RGB, NIR, Multiespectral e Hiperespectral. Permite embarcar também o Sistema RTK/PPK da Horus. Ou seja, todo tipo de mapeamento aéreo com imagens georreferenciadas pode ser realizado com este drone. O Verok possui autonomia de até 2 horas de voo, 1,7 metros de envergadura, GSD de até 1,3 cm/pixel.


DJI-Agras/Pixabay

Sistemas, Software e Plataformas


Além dos drones, a Horus irá lançar novas funcionalidades da Mappa, uma plataforma on-line de processamento de imagens com drones, que utiliza algoritmos inteligentes próprios para análises agronômicas, que podem ser acessados no computador, tablet ou smartphone. Assim, ao invés de ficar limitado a um hardware e processar um mapa por vez, com a Mappa, o usuário pode processar vários mapas em paralelo sem perder em qualidade, aumentando a sua produtividade. Na Mappa, pode-se processar desde ortomosaico, MDT e curvas de nível até Índices de Vegetação como NDVI, NDRE e SAVI.


A Santiago e Cintra irá apresentar o software Trimble 4D Control que utilizado em conjunto ao receptor GNSS Spectra Precision SP60, permite realizar o monitoramento da movimentação de uma determinada estrutura. O 4DC utiliza comunicação serial ou via Internet para receber informações providas pelos receptores e estações totais. 


Estações Totais de monitoramento de barragens da Trimble - solução que integra estações totais robóticas, receptores GNSS e sensores geotécnicos ao avançado software Trimble 4D Control que permite o processamento dos dados e realiza análises 24 horas por dia, emitindo alertas para qualquer variação acima do normal. Desta forma, o sistema ajuda os profissionais a detectarem possíveis sinais de rompimentos, podendo salvar vidas.


DRONES + DADOS: Análises de imagens e dados para tomada de decisões


Haverá também, uma nova ferramenta de software capaz de transformar dados de drones em modelos em 3D digitais e em mapas para facilitar análises e tomada de decisões. ODJI Terra permite que as empresas e organizações utilizem a tecnologia para capturar, visualizar e analisar imagens aéreas em uma vasta gama de aplicações, como em segurança pública, construção civil, infraestrutura, agricultura e cinematografia.


Com capacidade de mapeamento em tempo real, o DJI Terra permite que pilotos de drones gerem mapas ortomosaicos em 2D rapidamente conforme o drone voa, sendo ideal para missões com tempo limitado nas quais percepção situacional é fundamental e decisões devem ser tomadas em minutos.  Além da criação de mapas e modelos, o DJI Terra auxilia usuários na análise de dados e na obtenção de informações instantâneas com ferramentas de análise de fácil uso, concedendo uma variedade de medidas, como distância linear, área da superfície e estimativas volumétricas.

22 visualizações

Centro Empresarial Sibara

Avenida Brasil, 1500, sala 317

Centro | Balneário Camboriú

88.330-901

CONTATO:  (47) 3264.9639  |  3361.0191   |   3398.3820   |   9936.0147

Copyright © 2018 Vizzotto Editora - Todos os direitos reservados.