ECONOMIA - MAIS DE 1 MILHÃO DE NOVOS EMPREGOS NO BRASIL

Acumulado de janeiro a maio tem saldo de 1 milhão de novas vagas de emprego com carteira assinada Dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) registraram saldo positivo de 277 mil postos de trabalho com carteira assinada em maio.

Foto: CesarVr/Pixabay


Desde o início do ano, o saldo acumulado já é de 1.051.503 de novas vagas. Em 12 meses foram criadas 2.655.840 novas vagas de emprego. No período de retomada do emprego formal, de julho de 2020 a maio de 2022, foi anunciado saldo de 5.023.943 novos postos de trabalho.


O setor de Serviços foi o grande destaque do mês, com a geração de 120.294 novos postos de trabalho formais, distribuídos principalmente nas atividades de informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas (49.373). Destaque também para administração pública, defesa e seguridade social, educação, saúde e serviços sociais (24.785). Também para alojamento e alimentação (21.326).


O segundo maior crescimento do emprego formal ocorreu no setor do comércio, com saldo de 47.557 mil novos postos de trabalho formais. O setor de indústria teve um saldo no mês de maio 46.975 mil novas vagas formais de trabalho. A construção apresentou 35.445 novas vagas de emprego e a agropecuária, 26.747.


Todas as 27 Unidades da Federação registraram saldo positivo na geração de empregos, com destaque para a região Sudeste. Os estados que mais abriram postos de trabalho foram: São Paulo (85.659 postos); Minas Gerais (29.970) e Rio de Janeiro (20.226).


FONTE: MINISTÉRIO DO TRABALHO E PREVIDÊNCIA

whatsapp-g975d2881e_1280.png