ECONOMIA: MELHORA A PERCEPÇÃO DA INDÚSTRIA

Indicador atingiu maior nível desde agosto de 2021.



O Índice de Confiança Empresarial (ICE), medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), subiu 0,8 ponto de agosto para setembro deste ano. Com isso, o indicador atingiu 101,5 pontos, em uma escala de 0 a 200 pontos, o maior nível desde agosto de 2021 (102,5 pontos).


A Construção Civil é um dos quatros setores avaliados pelas Sondagens Empresariais produzidas pela FGV-Ibre, junto à Indústria, Serviços e Comércio. O ICE consolida os índices de confiança nestas quatro áreas de atividade econômica.


A alta da confiança foi puxada pela melhora das percepções sobre a situação presente e das expectativas para os próximos meses. O Índice de Situação Atual Empresarial subiu 0,7 ponto e chegou a 102 pontos, o maior nível desde junho de 2013. Já o Índice de Expectativas (IE-E) subiu um ponto e atingiu 100,1 pontos, o maior nível desde outubro de 2021 (100,3 pontos).


A confiança subiu em três dos quatro setores que integram o ICE. A exceção foi a indústria, que recuou 0,8 ponto. A maior alta foi observada na Construção Civil (3,5 pontos). Em seguida, aparecem Comércio (2,4 pontos) e Serviços (1,0 ponto).

Fonte: Agência Brasil

whatsapp-g975d2881e_1280.png