Buscar
  • Vizzotto Editora

Indústria da construção pode gerar mais de 150 mil postos de trabalho

Atualizado: Jan 31


Josue Isai Ramos Figueroa/Unsplash

O setor da construção civil deve crescer 3% este ano, o que poderá estimular a criação de 150 mil a 200 mil postos de trabalho formais até dezembro. As estimativas são do presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins. A perspectiva é visualizada em um cenário de juros baixos e inflação controlada. Segundo Martins, o crescimento pode ser ainda maior caso o setor imobiliário continue a surpreender com o número de lançamentos de imóveis. Se apresentar os resultados previstos, 2020 irá superar a marca de empregos criados em 2019, a qual deve ficar próxima aos 100 mil postos de trabalho, com avanço de 2%.

Entretanto, a indústria da construção se preocupa com a situação do programa Minha Casa Minha Vida, cujo futuro está indefinido, especialmente para a chamada faixa 1, que atende famílias que ganham até R$ 1,8 mil e recebem os maiores descontos. Além disso, segundo o presidente da CBIC, no caso das grandes obras de infraestrutura, o ritmo ainda é modesto. Para ele, as licitações de maior porte podem ocorrer em 2020, mas as obras só devem começarem 2021.

Os temas possuem interface com o projeto “Melhorias para o mercado imobiliário” do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

Fonte: CBIC

0 visualização

Centro Empresarial Sibara

Avenida Brasil, 1500, sala 317

Centro | Balneário Camboriú

88.330-901

CONTATO:  (47) 3264.9639  |  3361.0191   |   3398.3820   |   9936.0147

Copyright © 2018 Vizzotto Editora - Todos os direitos reservados.