top of page

ALERTA! DE OLHO NO MOSQUITO



Com o aumento dos casos de dengue em todo o País e em Santa Catarina, os cuidados com a saúde se tornam ainda mais importantes, especialmente quando se trata de doenças transmitidas por vetores. Nos canteiros de obras das construtoras, a atenção redobrada é necessária para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti e, consequentemente, a propagação da doença entre os trabalhadores e a comunidade.


O Governo de Santa Catarina, ciente da importância do controle da doença, lançou recentemente o Painel para Monitoramento de Casos de dengue e chikungunya. Essa nova ferramenta online oferece acesso às principais informações sobre as doenças no estado, como número de casos prováveis, óbitos, faixa etária dos casos, número de casos por município, além de permitir o acompanhamento do mapeamento dos focos do mosquito Aedes aegypti em todo o território catarinense.


Até o momento do fechamento desta edição da revista, já foram notificadas mais de 245 mil ocorrências de casos prováveis de dengue em Santa Catarina, com 149 óbitos confirmados e outros 58 em investigação pelas autoridades de saúde. Esses números ressaltam a gravidade da situação e a necessidade urgente de medidas preventivas e de conscientização. No Brasil, os números são ainda mais alarmantes: 4,5 milhões de casos prováveis; 2,3 mil óbitos e outros 2,4 mil óbitos em investigação. A atuação conjunta entre empresas, trabalhadores e órgãos públicos é fundamental para reduzir o impacto da dengue nos canteiros de obras e na comunidade. A prevenção é a melhor forma de combate a essa doença, e cada ação realizada pode fazer a diferença na proteção da saúde de todos.


Nos canteiros de obras, a atenção deve ser redobrada, fique atento:


ELIMINAÇÃO DE FOCOS: Realizar constantes vistorias para identificar e eliminar possíveis criadouros do mosquito, como recipientes com água parada, pneus velhos, recipientes descartáveis, poços de elevador, áreas de piscina, entre outros.


MANUTENÇÃO DE ÁREAS VERDES: Manter as áreas verdes bem cuidadas, evitando o acúmulo de entulhos e garantindo o escoamento adequado da água das chuvas.


CONCIENTIZAÇÃO DOS TRABALHADORES: Promover campanhas de conscientização e treinamentos sobre a dengue e medidas preventivas, incentivando a participação ativa de todos os colaboradores na prevenção da doença.


PARCERIAS COM ÓRGÃOS DE SAÚDE: Trabalhar em parceria com órgãos de saúde para receber orientações específicas e apoio no combate à dengue.

Comments


news1.fw.png
bottom of page